Você está aqui
Home > Economia > TAKAHASHI DEFENDE RETOMADA DE ATIVIDADES NA PLANTA FRIGORÍFICA DE BATAYPORÃ

TAKAHASHI DEFENDE RETOMADA DE ATIVIDADES NA PLANTA FRIGORÍFICA DE BATAYPORÃ

A necessidade da retomada das atividades de abate na planta frigorífica de Batayporã foi mais uma vez colocada em pauta. O assunto foi debatido no Executivo Municipal em reunião realizada entre o prefeito Jorge Takahashi, representantes do Poder Legislativo e entidades.

Após uma audiência pública, realizada em novembro, para a retomada das atividades de abate e comercialização de bovinos na planta frigorífica e cumprimento de função social do terreno doado pela municipalidade, os vereadores Cacildo Paião e Mauricio Ribeiro apresentaram indicação na Câmara Municipal solicitando ao Executivo a revogação da Lei nº 259/93.

Nesta terça-feira (4), em reunião com o Prefeito, os vereadores proponentes com o apoio do presidente da Câmara, Cicero Leite, e representantes do Sindicato Rural, Associação Comercial de Batayporã, e Sindicato da Alimentação de Nova Andradina e Região, reforçaram o pedido.

A função social do imóvel foi uma das questões levantadas durante o encontro, já que o terreno foi doado pelo Executivo para um empreendimento frigorífico. “À época o Poder Executivo deu todo o respaldo, concedendo incentivos fiscais, com o intuito de fomentar a atividade pecuária, bem como o desenvolvimento local. Agora estamos reivindicando que essa lei seja revogada, já que a função social não está sendo cumprida”, justificaram.

O Chefe do Executivo afirmou que é o principal interessado para que essa questão seja solucionada e se comprometeu a analisar a reivindicação dos parlamentares junto ao jurídico. “Nós, como representantes da população, temos a responsabilidade de levar esse assunto adiante, e buscar uma resposta, porque Batayporã precisa de geração de emprego e renda. Daremos prosseguimento ao processo e faremos o que for melhor para o município e para a população”, ressaltou.

Takahashi ratificou o anseio para que as atividades sejam retomadas na planta frigorífica, seja com a Minerva Foods ou outro empreendimento que tenha interesse. “Nosso desejo é que a planta seja reativada para gerar emprego a população e não prejudicar ninguém”, defendeu.

A reunião foi reforçada pelos procuradores do Município, Djalma César e José Antônio Vieira, pelo assessor jurídico, Wilson Sena; e pelo assessor especial do Governo do Estado na região do Vale do Ivinhema, Márcio Andrade.

 

Fonte: Site PMB
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top