Você está aqui
Home > Esporte > O MAPA DOS GOLS DE CORINTHIANS X PALMEIRAS E AS INFORMAÇÕES E PALPITES PARA O DÉRBI E O GRE-NAL

O MAPA DOS GOLS DE CORINTHIANS X PALMEIRAS E AS INFORMAÇÕES E PALPITES PARA O DÉRBI E O GRE-NAL

O mapa dos gols de Corinthians e Palmeiras indica que a decisão pode acontecer em bola parada. Não se trata de observar apenas como foi o último clássico, resolvido com cabeceio de Gil, após cobrança de escanteio de Fagner. Mais do que isto, o Palmeiras marcou cinco de seus 20 gols no Paulista em jogadas de faltas, laterais e escanteios. Três destes lances foram pênaltis.

Mesmo com o auxílio das penalidades, o Palmeiras faz 25% de seus gols de bola parada.

É abaixo da média de 30% da maior parte dos clubes do Brasil.

O Corinthians também fez cinco gols de bola parada, mas de um total de 17. Ou seja, o Corinthians se aproxima da média e faz 29% de seus gols assim.

Os dois times usam mais a faixa central. O Palmeiras marcou 13 de seus 20 gols em tabelas e triangulações pelo meio, com passes dois passes de Rony, dois de Dudu e dois de Willian. Apesar de Rony e Willian jogarem pelos lados, seus passes também aconteceram por dentro. Os demais lances decisivos do Palmeiras nasceram seis vezes pela direita e seis vezes pela esquerda.

O Corinthians fez 8 dos 17 gols pela faixa central, seis pela direita e quatro pela esquerda.

Fez três gols de fora da área, os três de Éderson. O Palmeiras também marcou três vezes no ano de fora da área, mas isto inclui gols na Libertadores. Patrick de Paula é o único exemplo no estadual.

Os dois times sofrem poucos gols neste momento. O Corinthians não levou nenhum desde o retorno após a paralisação, mas sofreu dez durante a fase de classificação, sendo cinco pela faixa central, por onde o Palmeiras mais incomoda. O time de Luxemburgo tem a melhor defesa do campeonato. Sofreu só seis gols, mas quatro de bola parada. Exatamente como o Corinthians marca 29% das vezes.

Corinthians x Palmeiras, em Itaquera, às 21h30

Corinthians

  • Problemas: Boselli (machucado), Carlos Augusto (machucado, dúvida).
  • Time provável (4-2-3-1): Cássio, Fágner, Gil, Danilo Avelar e Sidcley; Gabriel e Éderson; Ramiro, Luan e Mateus Vital; Jô. Técnico: Tiago Nunes
  • Últimos cinco jogos: e-v-v-v-v

Palmeiras

  • Problemas: Felipe Melo (machucado)
  • Time provável (4-3-3): Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Ramires e Gabriel Menino; Willian, Luiz Adriano e Rony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
  • Últimos cinco jogos: e-d-v-v-v

Curiosidade: no último confronto, o Corinthians passou o Palmeiras no confronto direto pela primeira vez em 53 anos. Esta é a estatística do Corinthians. Pela conta palmeirense, ainda há uma vitória a mais para o alviverde. Mas há o risco de empate em Itaquera. Veja mais estatísticas aqui.

Retrospecto: nos últimos dez clássicos, houve seis vitórias do Corinthians, dois empates e duas vitórias do Palmeiras.

Palpite: empate.

Arbitragem: Raphael Claus (SP); Neuza Inês Back, Daniel Paulo Ziolli.

Árbitro de vídeo: Anderson José de Moraes Coelho.

Grêmio x Internacional, na Arena do Grêmio, às 21h30

Grêmio

  • Problemas: Thaciano (machucado), Paulo Miranda (machucado)
  • Time provável (4-2-3-1): Vanderlei, Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Guilherme Guedes; Maicon e Matheus Henrique; Alisson, Jean Pyerre e Éverton; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho
  • Últimos cinco jogos: e-e-v-e-v
Renato Gaúcho, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho, técnico do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Internacional

  • Problemas: Saravia (expulso), D’Alessandro (suspenso pelo STJD)
  • Time provável (4-1-3-2): Marcelo Lomba, Rodinei, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Moisés; Musto; Marcos Guilherme, Edenílson e Boschillia; Thiago Galhardo e Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet
  • Últimos cinco jogos: v-d-e-v-v

Curiosidade: a dupla Geromel e Kannemann nunca perdeu um Grenal. São nove. Em sete deles, não sofreram gols.

Retrospecto: dos últimos doze Grenais na Arena, o Grêmio não perdeu nenhum.

Palpite: Internacional.

Arbitragem: Leandro Vuaden (RS); Lúcio Beiersdorf Flor, José Eduardo Calza.

Árbitro de vídeo: Jean Pyerre Lima (RS).

Eduardo Coudet, técnico do Inter — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Eduardo Coudet, técnico do Inter — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Foto Destaque: ge

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top