Você está aqui
Home > Local > JORGE TAKAHASHI ENTREGA CAPELA MORTUÁRIA “CANDIDO FRANCISCO DA SILVA”

JORGE TAKAHASHI ENTREGA CAPELA MORTUÁRIA “CANDIDO FRANCISCO DA SILVA”

Sonho antigo da população batayporaense e compromisso de Takahashi concretizado

Quatro novas obras foram entregues à população de Batayporã pelo prefeito Jorge Takahashi em solenidade especial realizada nesta terça-feira, 11 de agosto. Uma delas foi a Capela Mortuária (velório), mais uma grande conquista da comunidade e uma das mais importantes da atual administração.

O prédio homenageia o saudoso morador “Candido Francisco da Silva”, por ter sido um homem exemplar, trabalhador e um cidadão que muito contribuiu para o desenvolvimento do município.

Viabilizada com recursos próprios obtidos com a indenização da Companhia Energética de São Paulo (CESP), a construção da capela oferecerá a partir de agora uma infraestrutura adequada e confortável para acolher familiares e amigos, que passam por um momento de dificuldade e de perda.

Takahashi se diz realizado, pois desde que iniciou seu mandato buscou caminhos para a realização dessa obra, sonho antigo da comunidade em razão das dificuldades e inconvenientes enfrentados pelas famílias para a realização de cerimônias fúnebres, e um compromisso assumido com os batayporaenses.

O Chefe do Executivo frisou ainda que o cuidado e esmero com que foi construída a edificação mostram o respeito e responsabilidade com o dinheiro público. Takahashi também agradeceu a família do saudoso “Candido Francisco da Silva” por ter emprestado o nome do patriarca para nominar a capela.

Na solenidade, que foi centralizada nas dependências da Escola Municipal Shiozo Takahashi, a filha do homenageado, Laurinda Candida Francisco da Silva, falou em nome de toda a família e ressaltou que, a capela de velório era uma necessidade, vislumbrada por toda a população, há muitos anos e, que se torna realidade.

“Nós como filhos sentimos uma alegria imensa de poder hoje homenageá-lo. Que pena que homenageamos as pessoas depois que já foram, mas lá do céu acredito que ele está feliz por essa linda homenagem”, agradeceu Laurinda.

A primeira-dama Cléia Valéria destacou a relevância do espaço para a comunidade. “Recordo-me que em nossa caminhada em campanha encontramos uma humilde senhora que pediu, que se Jorge Takahashi fosse prefeito, que construísse uma casa de velório, e ali fizemos um compromisso. Mas, nunca imaginávamos que o nosso pequeno projeto ia ser tão grandioso. Isso porque mais uma vez com o nosso joelho no chão e a nossa prece no coração cumprimos o compromisso que fizemos com aquela senhora. O projeto de Deus foi maior e que grandiosa obra entregamos a população”, discursou.

Na oportunidade, o secretário Sidney Olegário Marques, que há época do início das obras de construção era titular da Secretaria de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, ressaltou a importância da obra, apesar de seu uso ser sempre em momento delicado e triste, mas que possui o objetivo de proporcionar mais comodidade e conforto aos familiares e amigos no momento de perda de entes queridos.

Para o vereador Cicero Leite, quem indicou o nome do homenageado, afirmou não ter pensado em outro nome senão o do senhor Candido por tudo que ele fez por Batayporã e pela pessoa que era.

O descerramento da placa inaugural e a bênção solene da edificação realizada pelo Padre Everton dos Santos, que parabenizou a gestão pela atitude de realizar uma obra para acolher as pessoas em um momento tão difícil, marcaram a entrega oficial da aguardada Capela Mortuária.

Entre os presentes, estavam os secretários municipais José Carlos Calanca (Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente), Vanda Lucia (Governo); Leia Maria (Assistência Social) e Marcela Leite (Saúde). Além dos vereadores Mauricio Ribeiro, Danilo Enz, Máximo Carlos, Samuel Macedo, Denise Pesqueira, Cacildo Paião e Germino Roz; convidados e familiares do saudoso Candido Francisco da Silva.

Estrutura – A Capela Mortuária “Candido Francisco da Silva” está situada próximo ao Cemitério Municipal e tem 235,31 metros quadrados de área construída. A estrutura conta com duas células, o que irá possibilitar a realização de dois velórios ao mesmo tempo; além de banheiros, cozinha e uma sala para depósito.

 

 

 

Fotos: Leonardo Munhoz/ Agência 7ª Arte

Assessoria de Comunicação PMB

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top