Você está aqui
Home > Local > EM REGIME URGÊNCIA, CCJ APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE DE 3,04% A MAIS DE 75 MIL SERVIDORES; FÓRUM PROMETE PROTESTOS

EM REGIME URGÊNCIA, CCJ APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE DE 3,04% A MAIS DE 75 MIL SERVIDORES; FÓRUM PROMETE PROTESTOS

A CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Assembleia Legislativa, aprovou o projeto de lei do Executivo que estabelece um reajuste de 3,04% para os cerca de 75 mil servidores estaduais. A matéria deve ser analisada em plenário ainda nesta quarta-feira (28).

O presidente do Sindjus-MS (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul)e um dos coordenadores do Fórum de Servidores do Estado, Fabiano Reis, explicou que o governo encaminhou o projeto sem ouvir as categorias.

Segundo o sindicalista, as entidades que compõe o Fórum vão se reunir ainda nesta quarta-feira para definir ações contrárias ao projeto. Eles alegam que o governador não ouviu as categorias, tampouco permitiu que a proposta fosse debatida pelo funcionalismo público.

Reis revelou ainda que servidores da área da saúde já aprovaram indicativo de greve, caso o projeto seja votado e aprovado sem discussão e aprovação dos servidores.

O Fórum está elaborando uma nota de repúdio à gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), e devem organizar manifestações no centro da Capital.

“Vamos tentar desgastar o governo”, frisa Fabiano.

Os sindicatos alegam que estão há três anos sem reajuste, já que em 2015 não houve reposição salarial, em 2016 o governo ofereceu um abono de R$ 200 e no ano passado o aumento foi de 2,94%.

Em contrapartida, o governo alega que os aumentos salarias para o funcionalismo público chegou a 33% nos últimos três anos, incluindo promoções e progressões funcionais.

Segundo a gestão Azambuja, o reajuste de 3,04% será pago aos 69.885 servidores efetivos e cerca de seis mil convocados e/ou comissionados.

Comentários

  1. Juvenal Campos disse:

    O que esperar de um cidadão que já foi denunciado que aceitou pegar propina da JBS, do Joesley e Wesley Batista, salvo por uma CPI de araque, para apurar os casos de incentivos fiscais concedidos aos mesmos e que até hoje não se chegou a lugar algum, enquanto político não mostrou a que veio, infelizmente. Está extremamente seguindo os “conselhos” de seus assessores mais próximos e, que, segundo estes, o servidor público estadual, não precisa ser reajustado e por este tipo de comportamento será endeusado e bajulado por todos os seus subservientes e, ao final, de sua vida política, morrerá abraçado aos demais que já inclusive, usaram tornozeleiras eletrônica pelos “serviços prestados”, ao Estado e seus servidores. Estaremos esperando… o tempo nos dirá…!!!

  2. Silmary disse:

    Que vergonha. Agora direitos adquiridos e fundamentados em lei é contado como aumento salarial. Desde quando. Quanto aos folgados querido cidadão vá estudar e prestar um concurso e cumprir com os deveres e obrigações de um servidor público como a imensa maioria o faz. Diga-se de passagem para servir a vocês cidadãos.

  3. Caroline disse:

    Inveja eh feio sabia?

  4. Guga disse:

    Diogo, passe em concurso e em todas as fases, assuma um cargo! E então faça a diferença!

  5. Felipe disse:

    Governo idiota.. Contabilizando direito do servidor com aumento… Dizer que deu aumento de 33% e passar a perna no servidor dizendo que promoção que e por direito e aumento…
    Abre do olho população… Gastos com pessoal ja ultrapassou o governo do andre em 4x…

  6. Tino disse:

    Azambuja nunca mais.

  7. karly disse:

    Certas pessoas na hora que precisam de médicos, professores, policiais, dentistas, correm para o serviço público, exigindo mais profissionais, mas são os primeiros a criticar o funcionário público. Acredito que devam ser pessoas que não perceberam que os serviços que eles exigem são prestados por funcionários públicos. Até entendo que a iniciativa privada paga menos, mas isso não quer dizer que os funcionários públicos ganham bem, pelo menos não a maioria.

  8. TATY disse:

    Estude e passe em um concurso público, assim, você poderá reivindicar salários dignos e folgar em feriados nacionais! Enquanto isso não acontece, trabalhe…

  9. VILMA ROSA DA SILVA disse:

    É O SERVIDOR PÚBLICO DE MS, NÃO TEM DIREITO SEQUER DE COMPRAR UM OVO DE PÁSCOA, POIS O PAGAMENTO SÓ ESTARÁ EM CONTA DIA 03 DE ABRIL…..ASSIM EU GANHO UM JURINHO NÉ???/DEPOSITO NO BANCO UNS DIAS ANTES E SÓ LIBERO DIA 3. SACANAGEM…… ESSES POLÍTICOS NEM MERECEM OVOS NA CARA……

Edydisse:

Estuda mais estuda muito para merecer ser um dos folgados.

Fonte: https://www.midiamax.com.br/em-regime-urgencia-ccj-aprova-proposta-de-reajuste-de-304-servidores-protestam/

Foto: Site MIDIAMAX

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top