Você está aqui
Home > Local > EM QUATRO MESES, DESEMPENHO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BATAYPORÃ SALTA 18,74% NO PREVINE BRASIL

EM QUATRO MESES, DESEMPENHO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BATAYPORÃ SALTA 18,74% NO PREVINE BRASIL

Município alcançou nota 7.16 no Indicador Sintético Final (ISF) do programa de financiamento do Sistema Único de Saúde; nota releva sete indicadores

Atualizada recentemente pelo Sistema de informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB), a nota de Batayporã no Previne Brasil, que é o modelo de financiamento utilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), saltou de 6.03 para 7.16 no último quadrimestre, um aumento de 18,74%. A média corresponde ao Indicador Sintético Final (ISF) do programa e influencia na destinação de recursos para o município.

O ISF considera sete indicadores: 1. proporção de gestantes com pelo menos seis consultas pré-natal realizadas, sendo a 1ª até a 12ª semana de gestação; 2. proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV; 3. proporção de gestantes com atendimento odontológico realizado; 4. proporção de mulheres com coleta de citopatológico na APS; 5. proporção de crianças de um ano de idade vacinadas na APS contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, infecções causadas por Haemophilus influenzae tipo B e poliomielite inativada; 6. proporção de pessoas com hipertensão, com consulta e pressão arterial aferida no semestre; e 7. proporção de pessoas com diabetes, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no semestre.

Além do Pagamento por Desempenho, o Previne Brasil também releva os fatores Incentivo com base em Critério Populacional, Captação Ponderada, este com vistas à situação social da população atendida pela rede de saúde, e Incentivo para Ações Estratégicas. Conforme descreve o Ministério da Saúde, a proposta do programa tem como foco “aumentar o acesso das pessoas aos serviços da Atenção Primária e o vínculo entre população e equipe, com base em mecanismos que induzem à responsabilização dos gestores e dos profissionais pelas pessoas que assistem”.

Para a secretária municipal de Saúde de Batayporã, Letícia Sanches, o salto no desempenho se deve às ações ministradas pelas equipes e à adequação da gestão informacional por meio do E-Sus, responsável por reestruturar as informações da Atenção Primária à Saúde em nível nacional. “Por muito tempo, todo o trabalho desenvolvido pelos profissionais da Estratégia de Saúde da Família, que, aliás, é muito engajado, não era devidamente registrado devido às falhas em sistemas secundários. Nós nos dedicamos em corrigir essas lacunas e agora vemos a recompensa por cada ação desenvolvida em nossa Rede Municipal de Saúde”, analisou a gestora.

 

Acompanhamento de gestantes por meio do pré-natal é um dos sete indicadores considerados para composição da nota ISF.

Fonte: Assessoria PMB

Foto: Maicon Araújo.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top