Você está aqui
Home > Economia > DÓLAR OPERA EM QUEDA PELO 7º DIA SEGUIDO E CHEGA A R$ 4,79

DÓLAR OPERA EM QUEDA PELO 7º DIA SEGUIDO E CHEGA A R$ 4,79

O dólar opera novamente em queda nesta quinta-feira (24), rondando o patamar de R$ 4,80 e engatando o sétimo dia seguido de baixa, em meio ao patamar atraente dos juros básicos no Brasil e à disparada nos preços das commodities.

Às 11h13, a moeda norte-americana recuava 0,91%, cotada a R$ 4,7995. Na mínima até o momento, chegou a R$ 4,7900. Veja mais cotações.

Já o Ibovespa opera em alta.

Na quarta-feira, o dólar fechou em queda de1,43%, a R$ 4,9140 – menor patamar de fechamento desde 13 de março de 2020 (R$ 4,8127). Com o resultado, passou a acumular queda de 6,06% no mês. No ano, tem baixa de 13,11% frente ao real.

Dólar fecha a R$ 4,84 e tem menor cotação em 2 anos; entenda os motivos

Dólar fecha a R$ 4,84 e tem menor cotação em 2 anos; entenda os motivos

O que está mexendo com os mercados?

 

As atenções dos investidores seguem voltadas para a guerra na Ucrânia e para potenciais novas sanções contra Rússia com a chegada do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a Bruxelas para reuniões da Otan, do G7 e da União Europeia.

preço do petróleo segue negociado acima de US$ 120 o barril e as bolsas europeias operam em queda em meio a persistentes temores de escassez de oferta de commodities, o que tem impulsionado o preço de produtos como milho, trigo e petróleo desde o fim de fevereiro.

Nesse contexto, ativos de países exportadores de commodities vistos como menos vulneráveis às tensões geopolíticas, como os da América Latina, incluindo o real, têm se beneficiado.

Os juros em patamares elevados no Brasil e o diferencial em relação aos juros nos EUA e outras economias também têm contribuído para o fluxo de dólares para o país e para a valorização do real em 2022. O Brasil possui atualmente a segunda maior taxa de juros reais no mundo, atrás somente da Rússia.

“Parece-nos fato que o atrativo diferencial de juros impõe sua lógica, com os investidores estrangeiros aproveitando para ir às compras na B3, atrás de empresas de commodities”, destacaram os analistas da Mirae Asset.

Banco Central elevou de 4,7% para 7,1% a estimativa de inflação para este ano, calculada com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Com isso, o BC admitiu que a meta de inflação deve ser superada pelo segundo ano seguido em 2022.

Os investidores monitoram também a trajetória dos juros na economia global. O banco central dos Estados Unidos elevou os juros em 0,25 ponto percentual na semana passada, e algumas de suas autoridades têm repetido que estão dispostas a, eventualmente, aumentar a dose de ajuste para 0,5 ponto.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/03/24/dolar.ghtml

Foto: Reuters/Dado Ruvic

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top