Você está aqui
Home > Cotidiano > CRIATIVIDADE PARA FAZER ‘MUITO COM POUCO’ É ESTRATÉGIA DE NOVO PRESIDENTE DO TRT-MS

CRIATIVIDADE PARA FAZER ‘MUITO COM POUCO’ É ESTRATÉGIA DE NOVO PRESIDENTE DO TRT-MS

O desembargador do TRT-MS (Tribunal Regional do Trabalho), Nicanor de Araújo Lima, será empossado nesta  segunda-feira (17) como novo presidente do órgão. Ele irá substituir, a partir de janeiro, o atual desembargador João de Deus Gomes de Souza.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, Araújo falou sobre os desafios dos próximos dois anos de gestão e sobre a ‘criatividade’ em trabalhar com pouca verba, em decorrência de um corte orçamentário.

“Esse corte que a Justiça do Trabalho sofreu foi injusto e irresponsável. O órgão enfrentou dificuldades nos últimos dois anos e, sobre custeio, estamos em período de escassez. Teremos de usar a criatividade para fazer o máximo possível, com o pouco que temos”, destaca.

O desembargador ressaltou problemas de estrutura de varas do interior e citou a deficiência em relação a servidores. “Estamos em situação deficitária porque, em função da escassez de recursos, devido ao corte orçamentário, o processo de desenvolvimento do TRT foi afetado. Temos muitos servidores que estão se aposentando e não podemos repor, pois, aposentadoria com reposição, importa em acréscimo de despesas. Nesse caso, a única possibilidade de reposição de servidor, é quando há exoneração”, ressalta.

Sobre o anúncio do presidente Jair Bolsonaro, da extinção do Ministério do Trabalho, o desembargador acredita que a justiça do trabalho não será afetada.

“Para a justiça do trabalho acredito que não será muito significativo, porque o Ministério do Trabalho exerce uma atividade administrativa e judicial, então acredito que o impacto não será muito significativo”, afirma.

A posse do novo presidente do TRT-MS, bem como de demais servidores da diretoria, acontece às 19h desta segunda-feira, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Fonte: Midiamax

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top