Você está aqui
Home > Curiosidades > COM MÃO DE OBRA PRISIONAL E PARCEIROS, PROJETO DA AGEPEN LEVA SOLIDARIEDADE E ACOLHIMENTO A MAIS DE 300 CRIANÇAS CARENTES

COM MÃO DE OBRA PRISIONAL E PARCEIROS, PROJETO DA AGEPEN LEVA SOLIDARIEDADE E ACOLHIMENTO A MAIS DE 300 CRIANÇAS CARENTES

As ações da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) refletem dentro e fora dos presídios de Mato Grosso do Sul. Neste final de ano, a solidariedade aliada ao trabalho prisional levou mais alegria e encanto ao Natal de centenas de crianças da capital e de Coxim. Através do projeto “Além dos Muros”, foram feitas doações de presentes, brinquedos, alimentos, bolas, utensílios, roupas e materiais de limpeza a quatro instituições sociais infantis.

Idealizado e desenvolvido pela Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen, por meio da Divisão de Trabalho, a iniciativa une o trabalho prisional em benefício da sociedade em situação de vulnerabilidade.

Conforme a diretora de Assistência Penitenciária da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro, todas as doações foram possíveis graças ao empenho dos servidores penitenciários, o apoio de empresários parceiros e a mão de obra dos internos. “Foi uma união de esforços para que as entregas se concretizassem, possibilitando um final de ano diferente às crianças”, afirmou.

Ao todo, foram atendidas mais de 300 crianças, neste mês de dezembro, das seguintes instituições: Escolinha “Filhos da Misericórdia”, no bairro Dom Antônio Barbosa; ONG Casa de Maria, no bairro Mata do Segredo; Escolinha da Tia More, no Jardim Canguru; e Associação dos Amigos Voluntários e Colaboradores de Coxim (AAVC).

Nas mãos dos detentos, brinquedos feitos em crochê e bolas costuradas pelos reeducandos também proporcionaram muita diversão aos pequeninos.

Emocionada, a coordenadora da ONG Casa de Maria, Maria Aparecida Esquibel, agradeceu todas as doações recebidas que irão contribuir não só com as crianças atendidas pela creche, mas com muitas outras da comunidade. “Foi muito além do que imaginávamos, isso é muito importante não só para a gente, mas principalmente para as crianças, que na maioria das vezes, não poderão ter isso em casa”, revelou.

Com 14 anos de existência, a ONG Casa de Maria presta assistencialismo e ações filantrópicas a diversas instituições e pessoas carentes. Atualmente a creche conta com 80 crianças, de 4 meses a 10 anos.

Surpresa com os presentes, Maria Fernanda Mendes, de 9 anos,contou que esses foram seus primeiros presentes de Natal do ano. “Ganhei um bambolê e um livro de princesa, além de muitas guloseimas e estou muito feliz”, disse.

Já João Guilherme Ramires Rodrigues, de 8 anos, ganhou um presente que vai contribuir para a brincadeira que mais gosta, que é jogar futebol.

As voluntárias da Escolinha Filhos da Misericórdia, da comunidade Cidade de Deus, fizeram questão de ir até o Complexo Penitenciário da capital para agradecer pessoalmente o trabalho realizado pelos internos. “Foi feito tudo com tanto carinho e ficamos muito felizes em saber que de alguma forma vocês estão participando com a gente. Esse vai ser um dos maiores presentes deste Natal, nós vamos rezar por vocês e que sejam cheios da graça de Deus”, declararam.

Outra instituição beneficiada foi a “Escolinha da Tia More”, no Jardim Canguru, na capital (foto de capa). A instituição depende de doações para manter as quatro refeições oferecidas diariamente a 51 crianças, de 3 a 15 anos. Para animar ainda mais a data especial, foi apresentado uma peça de teatro, por voluntários mobilizados com a ação.

Além disso, desde agosto tem sido celebrado o aniversário das crianças todo final de mês, com o objetivo de levar alegria e acolhimento aos pequenos atendidos pela instituição social. A iniciativa também é propiciada pelo projeto “Além dos Muros” da Agepen, com o apoio de empresários parceiros.

A empresária May Arakaki, proprietária da empresa Shalon Bolos, conveniada da Agepen, explica que pediu ajuda de seguidores e clientes da loja para ampliar a assistência ao projeto social e, assim, foram surgindo mais colaboradores. “Então agora realizamos uma festa completa aqui para as crianças todos os meses, com salgadinhos, bolos, refrigerantes e sorvetes. E essa do Natal foi maravilhosa, porque além da festa fizemos a doação dos presentes a todas as crianças, graças à mobilização de amigos e clientes que adotaram uma criança para contribuir com o final de ano delas”, comemorou.

Encantado com o presente, Ian Felipe, de 5 anos, afirma que esse foi o primeiro carrinho de brinquedo que ganhou e garante que vai se divertir muito com ele.

Além dos presentes, Maria Eduarda Arce, de 12 anos, também ganhou um bolo de aniversário, já que foi uma das aniversariantes do mês. “Minha comemoração foi feita só aqui, eu não esperava e gostei bastante”, comemorou.

Para a fundadora do projeto, Edileuza Luiz, gratidão é o sentimento que resume toda essa atenção com as crianças. “Saber que podemos contar com pessoas que estão distantes, não só hoje, mas com frequência, isso é fundamental e eu só tenho a agradecer. Tem contribuído muito com nossa rotina, às vezes para eles pode ser muito pouco, mas para nós faz toda a diferença”, garantiu.

Em Coxim, a Associação dos Amigos Voluntários e Colaboradores (AAVC) também recebeu doações de brinquedos e alimentos por meio do projeto “Além dos Muros”, que irão contribuir para a campanha do “Natal Sem Fome”, realizada há 23 anos no município. Todos os bairros serão atendidos, levando brinquedos e sacolão às famílias em situação de vulnerabilidade.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, com participação ativa dos servidores da Agepen, unidades prisionais e colaboradores, foi possível arrecadar diversos produtos e contribuir com estas ações sociais. “Além de humanizar a pessoa em cumprimento de pena, fazendo com que o fruto do trabalho de suas mãos ajude a quem mais precisa, a iniciativa também ajuda a evitar que essas crianças entrem no mundo da criminalidade”, destacou.

Também contribuíram nesta campanha de final de ano, as empresas Mandioca São Lucas; Ki mandioca; Mandioca Dois Irmãos; Pilatte cadeiras; Vivace Empreendimentos; Freegoll; Mundi mercantil; |Mandioca Colonial; Shalow Casa de Bolos; além da mobilização dos servidores do presídio de Segurança Máxima da capital e do Instituto Penal de Campo Grande.

A arrecadação também contou com apoio das Divisões de Saúde e de Promoção Social da Agepen. Para quem tiver interesse em participar ou saber mais sobre o “Além dos Muros”, entre em contato com a Divisão de Trabalho da Agepen pelo telefone (67) 3901-1750 ou 3901-1046.

 

Texto: Tatyane Santinoni – Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)

Fotos: Divulgação

Fonte: Portal do MS

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top