Você está aqui
Home > Curiosidades > COM FALTA DE CHUVA, NÍVEL DO RIO PARAGUAI ESTÁ EM SITUAÇÃO EMERGENCIAL

COM FALTA DE CHUVA, NÍVEL DO RIO PARAGUAI ESTÁ EM SITUAÇÃO EMERGENCIAL

Nesta terça-feira (14), o  (Instituto de  de Mato Grosso do Sul) divulgou dados alarmantes sobre a seca no . Em porto Esperança, próximo a Corumbá, o nível do rio continua abaixo do regular, com 58 centímetros abaixo do limite mínimo da régua.

Em Porto Murtinho e Ladário a situação também é preocupante, considerada emergencial pelo baixo volume de água. Em Ladário a régua media apenas 3 centímetros acima do limite mínimo e em Porto Murtinho, 146 centímetros, o que é pouco para aquele trecho do rio.

A explicação é simples: tem chovido menos na região pantaneira nesse ano. Informações catalogadas pelo CEMTEC/ (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) mostram que desde o dia 1º de outubro até o dia 12 de novembro choveu 207,1 milímetros na região, enquanto o normal esperado (média) seria acima de 400 milímetros.

Comparado aos dois últimos anos, o trimestre outubro/dezembro de 2020 tem sido o pior em quantidade de chuvas. Uma das consequências imediatas foram os incêndios registrados no  no segundo semestre, que trouxe consequências trágicas para a fauna e a flora, bem como para a economia pantaneira em geral.

Evolução da crise

O rio Paraguai ganhou volume gradativamente até a terceira semana de novembro, depois voltou a baixar. No dia 1° de novembro a régua instalada em Ladário registrava que o rio estava 19 centímetros abaixo do mínimo. A volta das chuvas fez o leito do rio subir até chegar a 11 centímetros positivos no dia 22 de novembro, depois disso voltou a reduzir e nesta segunda-feira (14) pela manhã estava com apenas 3 centímetros positivos. O volume mínimo registrado nesse ponto foi de -32 centímetros no dia 18 de outubro.

A situação do rio na altura de Porto Murtinho é um pouco melhor, começou o mês com 122 centímetros acima do limite mínimo e ontem (14) estava com 146 centímetros. Porém no dia 22 de novembro a régua marcava 160 centímetros de lâmina d’água acima do limite mínimo, o que demonstra que ocorre uma redução no volume do rio. O mínimo registrado no ano, nesse ponto, foi de 93 centímetros no dia 24 de outubro.

A situação não deve se alterar muito nos próximos dias, se depender da previsão do tempo. Entre os dias 14 a 22 de dezembro espera-se um acumulado menor que 20 milímetros para a região pantaneira, com prevalência de céu parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuvas entre a tarde e a noite de forma isolada e irregular. Os dados são do CEMTEC/. Até o dia 30 o acumulado esperado de chuva deve ficar entre 50 a 70 milímetros

No período de 14 a 30 de dezembro, a concentração de chuva aumenta na região e são esperados entre 50 a 70 milímetros, aproximadamente. Este comportamento será decorrente a intensificação do transporte de umidade oriundo da região norte do Brasil com alinhamento de frentes frias no sul país, juntos contribuirão para o aumento de nuvens de chuva na área.

Foto: Divulgação / Imasul

Fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2020/com-falta-de-chuva-nivel-do-rio-paraguai-esta-em-situacao-emergencial

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top