Você está aqui
Home > Saúde > COM 40% DOS PROFISSIONAIS VACINADOS, SAÚDE QUER EVITAR ‘DESFALQUES’ NA LINHA DE FRENTE EM MS

COM 40% DOS PROFISSIONAIS VACINADOS, SAÚDE QUER EVITAR ‘DESFALQUES’ NA LINHA DE FRENTE EM MS

Prioridade na vacinação contra o coronavírus, profissionais da Saúde de  já começaram a ser imunizados. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), a escolha deve refletir na diminuição dos desfalques causados por mortes de trabalhadores da linha de frente.
Nesse primeiro momento o Estado espera imunizar 40% dos trabalhadores de Saúde. Estes são profissionais que atuam diretamente em contato com pessoas infectadas por coronavírus.
Assim, parte desses trabalhadores já tomara a primeira dose da Coronavac, vacina contra o coronavírus. O imunizante demonstrou eficácia de até 100% em casos graves e 78% em casos moderados a leve.
Ao Jornal Midiamax, a secretária-adjunta de Saúde Cristhinne Maymone destacou que o Estado aposta nas comprovações científicas no imunizante. “A nossa perspectiva é que os trabalhadores de saúde que estão mais expostos com sintomáticos e assintomáticos possam não vir a se contaminar com tanta facilidade”, afirmou.
“Temos que lembrar que profissionais que não são da linha de frente também estão em contato com pacientes, que muitas vezes podem estar assintomáticos”, disse a secretária. Ela destaca que efeitos positivos, como a diminuição de infecções, nos profissionais de Saúde será percebido à longo prazo.
“Nós vamos primeiro ter que aguardar 100% dos trabalhadores de saúde serem imunizados, para depois a gente poder fazer um paralelo daquilo que estava sendo contaminado e aquilo que se deixou de contaminar”. Além disto, ela comentou que esses trabalhadores vão continuar com esse contato diário com a doença.
De acordo com Cristhinne, “a gente só vai ver resultados mesmo quando houver um quantitativo grande de pessoas vacinadas, por isso a gente fala em imunização coletiva”. Ela explica que precisamos ter uma imunidade coletiva de pelo menos 60% de toda a população vacinada, para ter um impacto realmente positivo. Por fim, lembra que “isso leva tempo e ainda estamos brigando pela produção da vacina no nosso país”.
Foto: Henrique Arakaki, Midiamax.
Fonte: https://www.midiamax.com.br/cotidiano/2021/com-40-dos-profissionais-vacinados-saude-espera-evitar-mortes-e-desfalques-na-linha-de-frente-em-ms

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top